quarta-feira, 8 de maio de 2019

Cruzeiro pelo rio Nilo

Poucos rios são tão importantes e conhecidos como o Nilo. Mas muitas pessoas não se lembram (ou sabem) que é possível fazer cruzeiros por suas águas e aproveitar para conhecer cidades como Luxor, Edfu, Kom Ombo e Aswan.



Navegar pelo rio Nilo é literalmente navegar pela história da humanidade, pois, entre 3.100 e 30 a.C., todas as dinastias que governaram o Egito deixaram, praticamente em suas margens, seus legados arquitetônicos, culturais, religiosos, artísticos e científicos.

A frase “O Egito é um presente do Nilo” é facilmente percebida nos cruzeiros rio Nilo organizados pela Memphis Tours. A navegação pelo sul do Egito desde Luxor a Aswan ou vice-versa é viver a experiência de conhecer os monumentos únicos destas duas cidades incríveis e com a facilidade de ter um guia falando português.



Na Alta barragem de Aswan, existe o complexo arquitetônico de Abu Simbel, construído em 1.200 a.C. a mando de Ramsés 2º, um dos mais megalomaníacos faraós da história, composto de dois templos: um dedicado aos deuses Amon, Ra-Horakhte e Ptah, tem em sua entrada quatro estátuas de Ramsés 2º, de 20 metros de altura; o segundo usado para a veneração de Hathor (deusa do amor e da fertilidade) tem em sua entrada estátuas de mais de 10 metros do casal real. Ao aportar na cidade de Edfu, impressiona o templo de Hórus, erguido entre 237 e 57 a.C. repleto de estátuas desse Deus em forma de falcão. O cruzeiro segue para o belo complexo de Karnak, localizado dentro de Luxor, e dedicado a Amon-Ra e a deusa Mut. A exuberância de 134 colunas, algumas com 22 metros de altura por 03 metros de diâmetro e decoradas com hieróglifos irá te surpreender mesmo após ter visto vários templos e complexos arquitetônicos nesta viagem. E seguindo o cruzeiro, chega-se ao Vale dos Reis, onde estão os templos mortuários dos principais faraós. O túmulo de Tutancâmon, descoberto intacto em 1922 é a grande atração, e cujas relíquias estão no Museu Egípcio do Cairo.

Neste cruzeiro da Memphis Tours, os passageiros ainda visitam os templos de Edfu, Philae, Sobek, Hatshepsut, Luxor e Karnak, além do Vale dos Reis, Obelisco Inacabado, Barragem Alta de Aswan, Colossos de Mêmnon, e ainda podem fazer uma passeio em veleiro tradicional pelo Nilo rumo a vila Núbia – que tem um aspecto cultural e histórico importantíssimo.



O rio Nilo é tido como o maior rio do mundo, com um comprimento de cerca quase 7.000 quilômetros de extensão e uma bacia que inclui oito países africanos: Ruanda, Tanzânia, Uganda, Congo, Quênia, Etiópia, Sudão e Egito.

Fotos de divulgação, cortesia da Memphis Tours.
Fonte: http://www.embarquenaviagem.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário